domingo, 16 de novembro de 2014

Review: Guardians of the Galaxy


Após fazer um estrondoso sucesso com a Primeira Fase/Temporada de seus filmes, Marvel Studios, já consolidada como uma grande empresa, decidiu apostar em algo até então arriscado: um filme de ficção cientifica do qual introduziria uma equipe completamente desconhecida do grande publico. baseado na reinvenção dos personagens em 'Aniquilação' feita pela dupla conhecida como 'DnA' (Dan Abnett e Andy Lanning) e sua consequente revista solo. Uma aposta considerada arriscada por muitos, mas importante para o estúdio estabelecer certos elementos do qual serão importantes para a sua Terceira Fase/Temporada. Mas como o filme se saiu, e o que ele pode nos dizer sobre  como o estúdio está lidando com suas adaptações? Confira abaixo:

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Analise do anuncio dos filmes futuros DC Comics (2016-2020)


OK. Isso é grande. É algo de proporções enormes, titânicas. Então nada melhor que começar pelo começo: do jeito que a Warner gosta, foi anunciado oficialmente do mais absoluto nada a lista oficial de filmes que a DC Entertainment e a Warner Bros vão fazer entre 2016 e 2020. E a lista é apenas gloriosa. Abaixo vamos analisar o que veio de novo e o que isso vai significar (ou não) pro futuro.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

O Noir no Batman de Christopher Nolan - Partes 1 & 2

Publicados originalmente no Batmania Rio (1,2). Escrito por Diogo Oliveira.




O personagem Batman foi criado por Bob Kane e surgiu em 1939 pela revista Detective Comics, para fazer um paralelo mais realista entre seu primeiro grande super herói, o Superman. No caso, os Estados Unidos estavam ainda se recuperando do baque que foi a crise de 29 para eles, sendo que estavam no inicio da Segunda Guerra Mundial e a ascensão do nazismo. A situação nos Estados Unidos era de recuperação, a partir do momento que o Estado se intrometeu na economia e passou a gerar mais empregos. Em termos de violência, com as dificuldades que a população passava, mais e mais os gangster ganhavam poder, não só na ruas, mas politicamente também, apesar que no inicio da década de 40 os grandes mafiosos já estavam ao ponto de parar. O Batman de 1939 mostra uma cidade (Nova York até então, antes de se transformarem Gotham) onde o crime era uma coisa cotidiana e por muitas das vezes a policia não dava conta, e a estrutura da cidade precisava da corrupção para sobreviver. Em comparação com a vida real, não mudou muita coisa...

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

5 contra 1: HQs para ler antes de 'Gotham'


Depois de quase 50 anos, "Batman" voltará a ter um seriado de TV em live action para chamar de seu. Mas estamos falando de Batman entre aspas porque o astro principal da série é de fato outro aniversariante de 75 anos: James Gordon. o Comissário também fez sua primeira aparição em 'Detective Comics' #29 e depois de 75 anos e o trabalho maravilhoso feito por Gary Oldman e Christopher Nolan, fez o personagem ganhar um ótimo presente de aniversário. Agora vamos a difícil lista de 5 HQs recomendadas por mim para ler antes de adentrar o mundo de 'Gotham', confira abaixo:

5) Gotham Central

Começando com a escolha mais óbvia da lista, o clássico de Greg Rucka e Ed Brubaker trouxe ótimas histórias de qualidade, ganhadora de vários prêmios, que mesmo com vendas baixas, foi segurada até o limite do cancelamento.'Gotham Central' mostra todas os fantásticos e aterrorizantes acontecimentos de Gotham pelo ponto de vista dos homens e mulheres da Policia de Gotham, e com eles lidando casos envolvendo os vilões do Asilo Arkham e criminosos tão perigosos quanto que não estão sob a vigilância de Batman e sua equipe.  A humanidade do desenvolvimento de seus personagens e sua pegada mais realista certamente serviu de influência de muitos outros criadores posteriormente, E seu tom de mostrar a cidade de Gotham por uma ótima mais realista, por serem pessoas reais as protagonistas, é o segredo do seu sucesso. Fica bem claro que foi o caminho seguido por 'Gotham' (a serie de TV) terá uma pesada influência desta HQ, tanto que Crispus Allen (Andrew-Stewart Jones) e Renee Montoya (Victoria Cartagena), personagens principais da revista, terão papel de destaque no show.


4) Penguin: Pain and Prejudice

A serie se chama 'Gotham', o que já indicava que não seria SÓ uma história do Batman ou do Comissário Gordon, mas de todos os famosos moradores da cidade. E um personagem que vai estar bem em evidencia na série é Oswald Cobblepot, o Pinguim. 'Pain and Prejuice', escrito por um dos meus escritores favoritos dentro dos Novos 52, Greg Hurtwiz, não explora somente as origens do personagem muito bem, mas também sua posição em Gotham e a psicologia por trás do personagem. Mais do que mostrar o ódio, a frieza e inteligência do personagem, o que vemos aqui também são suas inseguranças, medos e receios. Uma ótima história que dá dimensão muitas vezes esquecida sobre o personagem, mostrando que o personagem não é um dos maiores vilões do Batman a toa.


3) Batman: Earth One

Como falei acima, essa foi uma lista complicada de se montar. Há varias histórias que mereciam destaque, sobre cada ponto de vista dos vários personagens da série, mas analisando friamente, não tem como não admitir que 'Batman Earth One' é uma das histórias que construíram a espinha dorsal do seriado. O misterioso assassinato dos Wayne, provavelmente encomendado pela máfia, a ascensão do Pinguim ao poder, o Alfred com uma pegada bem mais militar, e a dinâmica entre a dupla Gordon e Bullock, tudo isso está fortemente presente na série. Você pode ler meu review desta história aqui.


2) Detective Comics 651 - 'A Bullet for Bullock'

Harvey Bullock é um personagem coadjuvante famoso dentro do universo do Batman, e como tal apareceu em inúmeras histórias. Apesar de ter vários "wannabes" em diversos filmes (Batman 89 e TDK), esta será a primeira vez que o personagem é realmente adaptado em live action. E não há história melhor para se conhecer o personagem do que este clássico de Chuck Dixon, do qual o orgulhoso detetive se vê obrigado a pedir ajuda ao Batman para tentar encontrar o misterioso homem do qual lhe quer ver morto. Mas o problema é que é mais fácil perguntar quem não quer ver Bullock morto do que o contrário... Essa história também ganhou uma adaptação em 'Batman: The Animated Series'.


1) Gordon of Gotham

Gordon teve algumas minisséries dos anos 90, da qual me deixaram em duvida sobre qual por nesta lista, mas acho que é mais justo até por causa da série indicar essa mini de 4 partes escrita pelo lendário Dennis O'Neil. Dependendo da versão que você lê, ou Gordon nasceu em Gotham ou ele é nativo de Chicago, como é o caso desta revista, que mostra o jovem Gordon lidando com a policia corrupta de Chicago (e sua consequente falha) e um inimigo desta época que vem perseguir o agora Comissário em Gotham no presente. Vê-se pelos comercias que James Gordon chega ao GCPD cheio de boas intenções e com uma moral bem preto-e-branco dentro do mundo extremamente cinzento da cidade, e ver Gotham  "batendo" em James até ele se tornar o ícone que nós conhecemos deve tomar um caminho bem parecido que esta série fez com o personagem, do qual até então era um "interbetweenquel" de 'Batman: Ano Um'.


É isso galera, boa leitura e acompanhe 'Gotham' a partir de segunda feira, dia 22! Até a próxima!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

5 contra 1: Versões Diferentes das Tartarugas Ninjas


Com o filme novo chegando, além das reclamações de quem acha que o Michael Bay tá dirigindo (porque não está, tá produzindo somente) e outras reclamações de praxe, umas das reclamações é de que "mudaram a origem dos personagens, mudaram tudo que eu sabia", o que é algo bem estupido de dizer, já que o que tem mais por aí são versões diferentes da Tartarugas Ninjas. Neste '5 contra 1' vamos analisar as origens e as versões mais interessantes das Tartarugas dos quais foram trazidas até nós:

5-  Era Mirage

As Tartarugas Ninjas (TMNT) foram concebidas por Peter Laird e Kevin Eastman como sátira das grandes HQs da época, especialmente o 'Daredevil' de Frank Miller e 'Os Novos Mutantes'. Como publicação independente, as tramas eram publicadas em preto e branco,  e como originalmente todos usavam as máscaras vermelhas, só conseguia diferenciar as Tartarugas pelas armas das quais utilizava. sua origem ali é bem interessante e satírica: o mesmo acidente com químicos que fez Matt Murdock perder o sentido também fez transmutar um rato e 4 tartarugas, quando os químicos do caminhão que virou caem no esgoto. Mas a história vai além disso: Splinter era o rato de estimação de Hamato Yoshi, do qual aprendeu artes marciais vendo seu dono, mestre nas artes marciais, lutar. Ele ganha o amor da jovem Tang Shen, que gera ciumes no membro do clã do qual Yoshi pertencia, Oroku Nagi, que planeja e executa o assassinato dos dois. Além de lidarem com seu treinamento ninja, eles ainda encaravam o Foot Clan e seu líder Oroku, já adotando a identidade de Shreeder (Destruidor no Brasil) com uma pegada de filmes de ação oitentista. Posteriormente, outros animais-mutantes apareceram na revista, mas sem perder a vibe com que começaram.


4- Era Archie

A Archie começou a ser publicada quando o desenho estava começando a fazer sucesso, com Eastman e Laird na equipe criativa, mas fazendo apenas 4 edições (que eram basicamente uma adaptação em quadrinhos do episódio duplo de estréia da Serie Animada) por causa to trabalho que estava dando para cuidar da sua recém criada franquia como tal. A partir da 5° edição em diante, Ryan Brown e Stephen Murphy assumiram as rédeas das revistas tendo uma mudança completamente diferente do tom das revistas, tendo uma vibe mais política, seja falando do meio ambiente, direitos dos animais e até mesmo discussões sócias sérias. Também a serie se classifica com muito mais presenças de monstros, que as vezes traziam um forte tom de sci-fi para as histórias, e ironicamente, Rocksteady e Bebop foram deixados de lado afim de que os novos personagens ali fossem melhor explorados.


3-  Era Image

No meio da década de 1990, e com Laird e Eastman tendo que lidar com sua franquia juggernaut, a um bom tempo eles não conseguiam  seguir em frente assumindo o comando das HQs, e então foi passado a Image a cuidar das HQs seguindo a cronologia do que eles estavam fazendo na Mirage, escrito por Greg Clarson e artes de Frank Fosco. A abordagem deles era BEM mais hardcore, com a violência ficando cada vez mais gráfica e chegando ao ponto em profundas modificações dos personagens, como por exemplo Leonardo perdendo uma de suas mãos, o rosto do Raphael é deformado com ácido e logo após ele se torna o novo Shreeder (e por consequência líder do Foot Clan), Donatello se tornando um ciborgue e Splinter virando um morcego. Logo após dois anos, TMNT voltou a ser publicado pela Mirage, e todos os acontecimentos da Image deixaram de ser canon. Por motivos óbvios.


2- Era IDW

Logo depois que a Mirage foi vendida a Viacom, a Mirage fechou as portas (porém publicando as HQs das Tartarugas Ninjas até 2010), sendo que, com um acordo com a IDW novas revistas pudessem ser publicadas utilizando a marca. Kevin Eastman voltou as roteiros, mas dessa vez nada de mais do mesmo: uma nova origem do personagens foi contada ali. utilizando elementos de todas as versões anteriores de TMNT, e de todas as mídias, e acrescentando um Twist a isso tudo. No Japão feudal, Hamato Yoshi e  Oroku Nagi eram membros do Foot Clan do qual desentenderam por causa de seus pontos de vista. Oroku mata a esposa de Yoshi, Tang Shen, e logo após Yoshi e seus 4 filhos são mortos ao tentar escaparem. A alma de Yoshi reencarna em um rato do qual está passando por experiências em um laboratório de Baxter Stockman (outro vilão notório das Tartarugas), junto com 4 tartarugas, e após receber um poderoso Mutagen, ele e as tartarugas não só evoluem, mas também Yoshi tem acesso completo a sua vida passada, cortesia e efeito colateral inesperado do Mutagen, desenvolvido com tecnologia Krang (os vilões alienígenas das Tartarugas) para a criação de um exercito. Foi April O'Neil, ali uma estagiária de Stockman, que deu os nomes as Tartarugas. Um pouco complicado, mas ao que tudo indica, é o que servirá de inspiração para o vindouro filme.


1- A versão Anime

Sim, vamos falar de uma das versões mais bizarras das Tartarugas Ninjas já feitas!!! 'Teenage Mutant Ninja Turtles: Legend of the Supermutant', conhecidos no Japão como 'Myūtanto Tātoruzu Chōjin Densetsuhen' foi um OVA feito no Japão, baseado na linha de brinquedos em que as Tartarugas Ninjas viram basicamente Power Rangers graças as 'Mutastones'. A trama do OVA é basicamente a mesma de vários outros tokatsus clássicos por aí: as Tartarugas Ninjas encontram uma caverna, e dentro dela um ser mistico lhe dá no caso as Mutastones que lhe dão superpoderes. O problema é quando Shreeder rouba as 'Dark Mutastones', que obriga as tartarugas a correrem contra o tempo para impedir os vilões. A segunda metade do OVA, baseados na linha exclusiva Japonesa chamada Metal Mutation, onde as Tartarugas Ninjas viram basicamente personagens de 'Saint Seya'. Sim, eu estou falando serio, olha a capa do filme pra confirmar isso.


Se vamos ter review do filme novo das Tartarugas Ninjas eu não sei, mas por enquanto fiquem com esse texto, e até a próxima!

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Por que Superman é o novo Superman


Me incomoda de verdade ver certos textos dos quais falam que “[Insira o filme da Marvel Studios do mês aqui] é o novo Superman.” Não que eu esteja diminuindo a importância que a Marvel Studios teve pro gênero nos cinemas, mesmo assim seus personagens não tem a importância que Superman teve em toda a sua existência e dá suporte a aqueles que não gostaram e/ou não entenderão o que foi feito em ‘Man of Steel’. Em meios a todas as suas polêmicas, é inegável, vendo as pessoas em sua maioria quando discutido sobre e crianças pelas ruas mais do que nunca com o ‘S’ estampado em seu peito em camisetas, que esse filme deu certo em trazer o Superman para uma nova geração, apesar que ainda há vozes, especialmente na internet, que julgam isso o contrário. Esse editorial está sendo feito para justificar que Superman, como símbolo, se reinventou com o filme de Zack Snyder e o que foi feito para isso dentro do filme, sendo que tudo isso foi sendo uma evolução do que foi feito nas HQs, afim de defender o filme como filme mas também como peça de grande importância pra história do personagem.