sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Filmes da Marvel Comics em 2015


Semana passada vimos as novidades da DC Comics, agora vamos ver o que o House of the Mouse vai trazer este ano para as telas. Confira mais abaixo!

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Filmes da DC Comics em 2015


Com o começo do ano, vem o recapitula do que vem por aí em 2015! E nada melhor do que começar em grande estilo falando do que vem por aí em longas metragens da DC Comics!

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Short Reviews: Adaptações de Quadrinhos de 2014


Olá pessoal! Desenterrando o 'Short Reviews' para falar de outras adaptações de HQs que eu vi ao longo do ano! Não são todas que eu listei anteriormente no começo do ano, mas algumas em, especial que eu vi e não resenhei por motivos de falta de tempo e/ou preguiça.

300: Rise of an Empire

Para um filme adaptado de uma HQ (parcialmente) lançada e escrita recentemente por Frank Miller, o resultado foi surpreendentemente positivo. Noam Murro conseguiu colocar seu toque no filme sem desmitificar o estilo criado por Zack Snyder, com uma história sólida e envolvente, que mostra Themistocles como o Superman em relação ao Batman representado pelo Leônidas (e com conexões podendo ser feitas facilmente com 'Man of Steel', e talvez, 'Batman V Superman'). Dentro desse quesito, é mostrado a comparação, e consequente união, de como ambos lidam com a ameaça da Invasão Persa, especialmente em um novo e interessante território como o mar. E mais um papel que coroa esse ano muito especial para Eva Green, a femme fatale definitiva de 2014.  Nota: 8.5





Edge of Tomorrow

Um filme que tem tudo para se tornar um clássico cult em breve, a bilheteria desse filme deveria ter sido muito maior perante a qualidade absoluta que ele traz. Emily Blunt como action hero é apenas sensacional, além de Tom Cruise sendo Tom Cruise em um dos melhores filmes da sua carreira sem dúvidas. Pra quem é gamer, o filme é soberbo em traduzir a linguagem dos jogos de guerra para uma narrativa cinematográfica e adapta os elementos principais do manga com sucesso, trazendo uma trama que você se empolga de acompanhar em cada desenvolvimento. Dentro do que eu vi, junto com 'Snowpiercer' e 'Days of Futures Past', são os melhores adaptações do ano. Nota: 9.0




Teenage Mutant Ninja Turtles

Apesar dos medos e receios por parte dos fãs por causa do envolvimento de Michael Bay com a produção do filme, pra mim ele conseguiu ser mais divertido, dinâmico e definitivamente superior que um outro certo filme com um animal falante, já que ele abraça a própria galhofa do conceito e procura se divertir com isso sem soar propositalmente estético ou planejado (como certos Guardiões fizeram). Apesar de não ter o roteiro mais refinado do mundo, Jonathan Liebesman lida com o que é o seu forte, que é a interação dos personagens, para fazer a história mover de maneira dinâmica além de fazer você se apaixonar novamente pelas Tartarugas. Além da Megan Fox ter feito uma surpreendente April, e o Cyber-Destruidor ter ficado mais legal que imaginava, ainda foi utilizado a mais recente origem dos personagens com respeito e bom senso. Definitivamente, a adaptação mais subestimada do ano.  Nota: 8.0



Snowpiercer

Poderia resumir apenas Snowpiercer como 'FODA PRA CARALHO' repetido ao infinito, mas ele sem sombra de dúvidas é o melhor filme desta lista. Joon-Ho Bong pega a graphic novel francesa 'Le Transperceneige' e a torna internacional afim de explorar a humanidade e a falta da mesma num futuro distópico. O trem é a sociedade, e enquanto a sociedade ficar no controle de uma só pessoa, os pobres serão sempre tratado como descartáveis enquanto os ricos ficam imóveis, em sua overdose de utopia. Enquanto avançamos nos vagões dos trens, vamos desvendando essa sociedade como se estivéssemos descascando camadas de uma cebola. E no fim, resta a questão: o que vale mais a pena salvar: o conceito de humanidade ou a humanidade em si? Não só o melhor filme de quadrinhos do ano, mas um sci-fi que já nasce clássico. Nota: 10.0



Hércules

Você tem que dar crédito ao Brett Ratner, já que esse filme supera sucessivamente sua ultima tentativa de adaptar quadrinhos. Claramente inspirado por 'Os Mercenários', vemos Hércules e sua equipe agirem como caçadores de recompensa, questionando sobre a verdade detrás das lenda. Apesar de ter sido questionado por não explorar muito o lado fantástico do personagem (e seus 12 trabalhos), acho que o conflito 'lenda vs realidade' é o grande charme do filme. The Rock consegue carregar um filme nas costas junto com uma talentosa equipe de apoio, mesmo que a ligações entre os vilões seja extremamente forçada e surgida do nada. Nota: 7.5


Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário

Um filme extremamente esperado por muitos, especialmente os brasileiros, ' A Lenda do Santuário' chegou cheio de expectativas e infelizmente não conseguiu atingir todas elas. A qualidade da animação é um deleite para os olhos,e eu particularmente curti as batalhas estilo 'Square Enix', a algumas modificações foram bem vindas, já outras nem tanto (o que fizeram com você, Mascara da Morte?). Mas o roteiro fraco e que compacta a saga original, perdendo exatamente aquele toque pessoal entre os personagens que fazia a jornada valer a pena, te faz curtir mais o filme pelos momentos de nostalgia do que a qualidade da obra em si. O que é uma pena. Nota: 5.5


Big Hero 6

O ultimo (e mais recente no Brasil) filme baseado em quadrinhos não necessariamente atingiu minhas expectativas como filme, mas de fato tem mais carisma mais honesto e de fato funcional do que Guardiões do Hype da Galaxia. O filme é bem focado no Hiro e Baymax (meio que excluindo uma melhor exploração dos outros membros da equipe, e de resto segue o padrão Marvel: carisma dos personagens, vilões não tão bem explorados (apesar do vilão deste filme ter sido BEM melhor que muitos mostrados pela Marvel Studios) e um roteiro bem básico pra prender seu publico. Vale o ingresso, mas não necessariamente para ver mais de uma vez. E o hype ao Baymax é totalmente válido. Nota: 7.0


É isso pessoal! até 2015!

domingo, 21 de dezembro de 2014

O Noir no Batman de Christopher Nolan - Parte 3

Escrito por Diogo Oliveira. Publicado originalmente no Batmania Rio.


Estamos chegando a penultima parte que irá explorar as influências do cinema Noir no Batman feito por Christopher Nolan! Vamos explorar agora a cidade e suas sombras, e caso ainda não tenha lido as partes anteriores, confira aqui, caso tenha feito, então confira abaixo:

domingo, 16 de novembro de 2014

Review: Guardians of the Galaxy


Após fazer um estrondoso sucesso com a Primeira Fase/Temporada de seus filmes, Marvel Studios, já consolidada como uma grande empresa, decidiu apostar em algo até então arriscado: um filme de ficção cientifica do qual introduziria uma equipe completamente desconhecida do grande publico. baseado na reinvenção dos personagens em 'Aniquilação' feita pela dupla conhecida como 'DnA' (Dan Abnett e Andy Lanning) e sua consequente revista solo. Uma aposta considerada arriscada por muitos, mas importante para o estúdio estabelecer certos elementos do qual serão importantes para a sua Terceira Fase/Temporada. Mas como o filme se saiu, e o que ele pode nos dizer sobre  como o estúdio está lidando com suas adaptações? Confira abaixo:

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Analise do anuncio dos filmes futuros DC Comics (2016-2020)


OK. Isso é grande. É algo de proporções enormes, titânicas. Então nada melhor que começar pelo começo: do jeito que a Warner gosta, foi anunciado oficialmente do mais absoluto nada a lista oficial de filmes que a DC Entertainment e a Warner Bros vão fazer entre 2016 e 2020. E a lista é apenas gloriosa. Abaixo vamos analisar o que veio de novo e o que isso vai significar (ou não) pro futuro.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

O Noir no Batman de Christopher Nolan - Partes 1 & 2

Publicados originalmente no Batmania Rio (1,2). Escrito por Diogo Oliveira.




O personagem Batman foi criado por Bob Kane e surgiu em 1939 pela revista Detective Comics, para fazer um paralelo mais realista entre seu primeiro grande super herói, o Superman. No caso, os Estados Unidos estavam ainda se recuperando do baque que foi a crise de 29 para eles, sendo que estavam no inicio da Segunda Guerra Mundial e a ascensão do nazismo. A situação nos Estados Unidos era de recuperação, a partir do momento que o Estado se intrometeu na economia e passou a gerar mais empregos. Em termos de violência, com as dificuldades que a população passava, mais e mais os gangster ganhavam poder, não só na ruas, mas politicamente também, apesar que no inicio da década de 40 os grandes mafiosos já estavam ao ponto de parar. O Batman de 1939 mostra uma cidade (Nova York até então, antes de se transformarem Gotham) onde o crime era uma coisa cotidiana e por muitas das vezes a policia não dava conta, e a estrutura da cidade precisava da corrupção para sobreviver. Em comparação com a vida real, não mudou muita coisa...